Teve uma época em que o blog era uma poderosa ferramenta de comunicação informal, quando ainda não existiam as redes sociais.

Muitas pessoas e empresas tinham um blog para mostrar os bastidores, falar de assuntos com um tom mais pessoal.

No entanto, eram textos e textos e quase nenhum recurso audiovisual incluído.

Pois hoje em dia, em pleno 2020, começam a surgir novas formas de se conectar e envolver pessoas online, além das mídias já conhecidas: o audioblogging.

O aumento da popularidade dos audiolivros mostra que os consumidores estão abertos a ouvir mais do que ler, porque acaba sendo mais prático e mais rápido.

 

Mas o que é um audioblog?

 

Essencialmente, um audioblog é como um blog escrito. Você está se comunicando com seu público, falando sobre seus produtos, serviços ou pensamentos.

A diferença é que com os audioblogs, o conteúdo é gravado em formato áudio e normalmente narrado por um locutor ou locutora. E esse é um ponto importante, pois para se produzir um conteúdo atrativo, o ideal é usar um profissional da voz.

Tecnicamente, um audioblog deve oferecer diferentes formatos de áudio, como MP3 ou AAC para acomodar as preferências dos seus ouvintes e os dispositivos que eles estão usando.

O AAC é de maior qualidade do que o MP3, mas é um arquivo mais “pesado” para transmitir. Então tudo tem que ser medido na hora de definir qual usar.

 

Audioblog

Qual a diferença entre um podcast e um audioblogging?

 

O formato, essencialmente. O podcast é feito muitas vezes, como se fosse uma entrevista ao vivo ou um debate entre pessoas.

Claro que há diversos tipos de podcast, mas ele se caracteriza mais como um programa de áudio, do que com uma leitura de texto.

Já os audioblogs têm seus conteúdos sempre preparados anteriormente, com uma edição dedicada.

E é possível, por exemplo, adicionar narração de histórias, trilhas, efeitos de áudio, para que o resultado seja realmente eficiente.

 

E qual a importância do audioblogging para pessoas e empresas?

 

O audioblogging é uma ferramenta de marketing inteligente quando se pretende chegar a um determinado público ou de nicho de mercado.

O audioblogging não precisa do nível de esforço que a escrita ou outras mídias, como vídeos, exigem.

Através dele, pode ser contada uma história mais “informal” sobre um produto ou serviço, construindo o reconhecimento da marca, confiança e autoridade entre os consumidores.

Com um número crescente de pessoas acostumadas a ouvir produtos de áudio, o audioblogging é uma grande oportunidade de gerar conversas e construir credibilidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *