Assim como atletas, músicos e outros profissionais, nós locutores também precisamos de um bom aquecimento antes de entrar em ação.

Nesse artigo, mostrarei os 5 exercícios que faço diariamente para aquecer a voz, antes de começar a minha jornada de gravações.

Também vou disponibilizar pra vocês um mp3 de cada exercício e o guia todo de 05 minutos de aquecimento para baixar no seu celular ou computador.

 

Importante!

  • Esse artigo não substitui a sua sessão de fonoterapia!
  • Caso sinta algum desconforto com os exercícios, tente em outro momento ou, simplesmente, não o faça.

 

QUANDO FAZER?

 

Saber aquecer a voz é essencial para que consiga dar o seu melhor na hora de gravar uma locução. Um bom aquecimento irá preparar a sua prega vocal, além de minimizar possíveis erros de dicção, ruídos de boca e “rachaduras” na voz.

Um dos momentos que mais gosto de fazer o aquecimento vocal é no início do meu dia. Grande parte dos locutores e locutoras que conheço (assim como eu), não apresentam seu melhor desempenho vocal pela manhã. Então, essa é uma boa hora para exorcizar aquela voz de quem acabou de acordar e ficar pronto para as gravações.

Outro bom momento para se fazer o aquecimento é logo antes de uma gravação dirigida ou a famosa “live session” – sessão de gravação onde o cliente estará presente para avaliação e direção do locutor ou locutora.

Normalmente, esse tipo de gravação gera uma certa tensão e ansiedade e, dependendo de como o locutor ou locutora se prepara, a carga emocional pode ser um fator limitante em seu desempenho.

E por último, mas não menos importante: você pode fazê-lo quando bem quiser!

Além dos exercícios de voz da manhã, eu costumo fazer no meio da tarde e também, vez ou outra, na pausa entre gravações. Me ajuda bastante a “colocar” a voz e a relaxar.

Lembre-se: você não precisará de uma rotina de aquecimento muito longa para deixar a sua voz pronta para o trabalho. E poderá criar uma rotina personalizada de exercícios que abordem os principais problemas que enfrenta na hora de gravar.

 

COMO FAZER?

 

Listarei abaixo os principais exercícios que faço no meu dia-a-dia e como fazê-los.

 

1. Vibração Labial

 

Se você é cantor ou já fez aula de canto alguma vez na vida, provavelmente já se deparou com esse exercício. Ele ajuda a “acordar” sua prega vocal e a melhorar o fluxo de ar.

Para fazer a vibração labial, permaneça com a sua boca fechada e produza o som da letra “BR”, deixando o fluxo de ar vibrar nos seus lábios.

Comece fazendo em um tom que seja confortável para você. Depois que sentir sua voz fluida, tente “passear” em registros mais agudos e graves da sua voz, sem forçar.

 

Sonoridade:

 

 

2. Vibração de Língua

 

O exercício de vibração de língua é uma ótima forma de ativar diferentes ressonâncias da voz.

Com os lábios ligeiramente abertos, produza o som “DR” ou “TR”, o que for mais fácil pra você. Mantenha um fluxo constante de ar e sinta a ponta da língua vibrando contra o céu da boca.

Novamente, comece em um único tom e quando se sentir confortável, passeie pelos outros registros da sua voz. Não se preocupe em atingir super agudos ou super graves. O mais importante é se concentrar na técnica e jamais forçar.

 

Sonoridade:

 

 

3. Som do “M”

 

Ese é um ótimo exercício para ativar a ressonância da face.

Simplesmente emita o som de “M” coma boca fechada em um constante fluxo de ar, tentando permanecer com a mesma intensidade e direcionando o ar para abaixo do nariz.

 

Sonoridade:

 

 

4. Som do “L”

 

O som do “L” ativa um local de ressonância um pouco para trás e mais na área da garganta.

Pressione gentilmente a sua língua contra a parte de trás dos seus dentes frontais, enquanto seus lábios estão ligeiramente entreabertos.

Produza o som de “L” em volume e intensidade constantes e aos poucos, vá passeando pelas diferentes tonalidades.

 

Sonoridade:

 

 

5. Som do “Z”

 

O som do “Z” é outro bom exercício para ativar a ressonância da face, porém com uma sonoridade mais aberta.

Com os dentes serrados e lábios entreabertos, produza o som da letra “Z”, novamente mantendo volume e intensidade constantes.

 

Sonoridade:

 

 

MAS AFINAL, PARA QUE SERVE O AQUECIMENTO VOCAL?

 

O aquecimento vocal te ajuda a:

  • Ativar os diferentes registros da voz, ressonâncias e tonalidades;
  • Gerar flexibilidade e conforto na fala;
  • Direcionar melhor o fluxo de ar;
  • Deixar sua voz mais “colocada” e com mais harmônicos.

 

O aquecimento vocal é uma ótima forma de te preparar para uma melhor performance na hora de gravar suas locuções. Não deixe de fazê-lo!

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *